Tempos de união

Tempos de união

Não é fácil escrever numa altura destas, tudo é novo e o futuro incerto.
Na indústria da “noite” quase todos recebem ao fim da mesma, pelo que fechar durante um mês é sem dúvida um enorme prejuízo para todos os que de uma forma ou de outra lucram com ela. Uma análise mais atenta diz que fechar agora é melhor do que manter aberto e daqui a uns tempos não haver clientes porque está tudo infectado.
Mesmo antes do governo decretar o fecho já muitas casas o tinham anunciado, provando assim que quem trabalha na noite está atento e tem também uma responsabilidade social.

Enquanto esta situação não se resolve, é com agrado que vejo muitos Dj’s a utilizar o streaming como forma de levar um pouco de ânimo às pessoas. Muitos pela primeira vez sentem o desafio que é o streaming e de não terem o público à frente para adaptarem o set. A leitura de pista transforma-se na leitura da sala de chat e existe mais margem para passar música nova e testar novas técnicas.
Experimentem e saiam da vossa zona de conforto!

Alguns velhos do restelo têm agora uma oportunidade de lidar com as novas tecnologias, podem mesmo dar umas aulas de como se utiliza o vinyl e assim de uma forma educativa ensinar os mais novos. Mostrar como se faz ao invés de andarem a criticar quem faz isto ou aquilo. Ser visionário é uma característica de um Dj senão ainda andávamos todos em 1980, mas 40 anos depois é normal que a tecnologia tenha evoluído. Às vezes o ego evolui mais depressa que o conhecimento, e quando isso acontece a pista esvazia.
Recentemente tive um aluno de 17 anos numa turma do 7º ano. Se ele era o que andava na escola há mais tempo? Sim. Se era o aluno com mais conhecimento? Nem por isso…

E quando isto passar?
Não sei, só sei que até lá são tempos de união por isso passem nos streamings da malta para dar um olá. Unidos teremos sempre outra força para lidar com isto.

Music Is The Answer
Henrique Mateus

>

Facebook

YouTube

Instagram

Follow Me on Instagram