5 erros dos novos djs

Os 5 erros que os novos dj´s cometem

1: Sets com playlists fixas

Não há nada de errado no que toca a planear com antecedência um conjunto de temas que se possam usar num set mas nenhum dj deve seguir uma playlist com uma alinhamento fixo de faixas nos seus gig´s.

Muitos dj´s amadores seguem como exemplo grandes nomes da atualidade que tocam em mega festivais onde estes usam playlists preparadas previamente, mas seguir estes exemplos é um dos maiores erros que qualquer dj amador pode cometer, isto porque os dj´s que tocam em grandes festivais preparam os set´s com uma ordem de temas fixa para que estes sejam coordenados com as sequências de luzes e efeitos especiais.

O que fazer para não cometer este erro:

Se um dj vai atuar num bar ou num club este deve lembrar-se que não está no tomorrowland ou noutro festival qualquer…

O segredo para um set com bons resultados consiste em fazer uma boa leitura do público, saber o que é necessário para criar dinamismo na pista sem que o dj tenha que fugir da sua veia musical.

Fazer leitura de pista é algo que se aprende com o tempo e com os erros mas ignorar este passo tão importante é caminhar em direção ao abismo!

Todos os dj´s em inicio de carreira devem perceber que a magia do djing se baseia no bom gosto musical e a interação com o público através da técnica e do improviso.

2: Usar as faixas mais importantes na abertura da noite.

Tocar os temas do momento ( os chamados “bolos”) durante o warm-up é um erro comum entre DJs, especialmente entre os mais novos, mas pior que isso é quantdo tal acontece com a pista quase vazia.

Muitos novos dj´s, com o sangue a ferver nas veias sentem que tal atitude vai trazer as pessoas para a pista de imediato mas tal não acontece porque o público gosta de ser chamado para o dancefloor com uma seleção musical mais calma, de boa qualidade que vai eveoluindo de forma gradual em direção aos temas que podem ser usados no pico da noite.

O que fazer para não cometer este erro:

Cada dj deve ter a noção do trabalho para o qual foi contratado.

O dj de inicio de noite deve “configurar” o público de forma audaz e inteligente para os dj´s convidados que vão tocar nos pontos altos da noite e todo o amador deve saber que esta função é provavelmente uma das mais importantes tarefas para o sucesso geral de uma noite de trabalho.

Os dj´s amadores devem lembrar-se que o trabalho na noite é um esforço combinado entre todos e não uma competição para tentar ganhar a medalha de melhor dj da noite.

Este é um erro que deve acabar, seja por iniciativa dos dj´s ou, se for necessário, pelos responsáveis dos club´s que devem ser mais radicais neste tipo de situações!

3: Pensar que a técnica é mais importante que a seleção musical.

O público aprecia a técnica dos dj´s, mas, até um certo ponto…

A técnica é uma parte essencial no DJing e não há nada mais satisfatório para um público sentir que está na presença de alguém com habilidade, mas, nem sempre é necessário que um dj tenha que provar que é capaz de mixar durante longos períodos de tempo ou usar três ou quatro faixas em simultâneo e um número infindável de efeitos, pois o exagero também se paga caro.

Se um artista conseguir conjugar toda a técnica sem que isso interfira com uma boa seleção musical, óptimo, é o juntar do útil ao agradável mas é uma capacidade que nem todos reúnem e quando se cai no exagero as coisas podem correr mal.

O que fazer para não cometer este erro:

Tal como referimos em cima, a leitura de público é o ponto chave de um bom gig.

O dj deve prestar atenção ao seu trabalho de uma forma geral e não dar apenas importância à parte técnica apenas para provar que é um dj…

Se o artista foi convidado para atuar, então já se pode considerar como tal sem que seja necessário correr riscos.

4: Não prestar atenção ao público.

Mais uma vez, a leitura de pista vem ao tema…

Quando se está diante do público, o dj não deve reagir como se estivesse no seu quarto a olhar apenas para o seu pc, mas esta é uma situação que se vê com muita frequência nos mais variados club´s.

Se as pessoas que estão diante da cabine perceberem que não há qualquer ligação com elas, cria-se um clima de frieza, o dj deixa de perceber o que é necessário para dinamizar o dancefloor e o trabalho será bem mais complicado.

O que fazer para não cometer este erro:

Todo o dj deve olhar para o seu público com regularidade para perceber o que está a acontecer e como criar empatia, pois, desta forma qualquer artista percebe com mais facilidade o caminho que deve seguir a nível musical.

Como muitos dj´s cometem o erro de colocar os portáteis à sua frente, impedindo-os de olhar o público como deveriam, deixamos a sugestão para que os coloquem do lado esquerdo ou direito da cabine para que dessa forma possam ter um campo de visão quase total do que se passa na pista, ou, em último caso podem deixar os portáteis em casa e usar os pratos ou os cdj´s.

Lembrem-se que olhar o público é mais importante que olhar para um monitor.

5: Aceitar pedidos de música do público

Infelizmente, ainda nos dias de hoje muitos dj´s acedem a pedidos dos clientes e transformam-se numa Jukebox!

O que fazer para não cometer este erro:

A resposta é simples neste caso…

Recusar com elegância e um sorriso na cara , afirmando que não está nos planos tocar esta ou aquela faixa durante a noite ou que não tem o tema pedido.

É mais do que óbvio que é impossivel deixar simpatias com o público que acha que a tarefa do dj é a mesma que o programa de discos pedidos da rádio lá da freguesia mas uma boa postura é essencial, evita conflitos e dá a 90% do público presente a noção de que o dj é um artista com um profissionalismo bem vincado!

>

Facebook

YouTube

Instagram

Follow Me on Instagram